Buscar
  • Dr. Eduardo Quirino dos Santos

Sangue na urina: sinal vermelho da saúde


Hematúria é definida como a presença anormal de sangue (glóbulos vermelhos) na urina. A hematúria pode ser microscópica, ou seja, detectada apenas com uma análise de urina, ou macroscópica, que é aquela visível a olho nu, causando uma coloração alaranjada ou avermelhada na urina. Existem muitas substâncias que podem provocar esta alteração de coloração, alteração esta que pode ser confundida com hematúria. Alguns exemplos são: alimentos como beterraba, amoras e páprica, e medicamentos como rifampicina, levodopa, nitrofurantoina, dentre outros.


Um episódio de hematúria deve ser sempre investigado por um médico. Infelizmente, muitas pessoas não procuram atendimento médico quando identificam sangue na urina, podendo assim retardar o diagnóstico de doenças graves. É importante notar que a quantidade de sangue não tem, necessariamente, relação com a gravidade da doença.


As causas de hematúria são diversas, desde doenças benignas, como cálculos renais, processos infecciosos do trato geniturinário, glomerulopatias e traumas, até doenças malignas de maior gravidade, como o câncer de rim, câncer de próstata e principalmente, o câncer de bexiga. Deve haver portanto, um elevado grau de suspeição na sua abordagem e diagnóstico.


Alguns fatores de risco para doenças significativas do trato geniturinário devem ser levados em consideração. Pacientes com mais de 40 anos, histórico de doenças urológicas prévias, sintomas irritativos urinários e radioterapia pélvica são alguns desses fatores. Histórico de tabagismo e a exposição ocupacional a produtos químicos ou corantes também são dados que merecem uma atenção especial, por se tratarem de fatores que aumentam a incidência de câncer de bexiga, sendo o cigarro o principal fator de risco para esse tipo de câncer.


A hematúria macroscópica justifica uma avaliação completa. A hematúria microscópica carece de confirmação, pois pode ser intermitente. A avaliação da hematúria deve incluir uma história médica completa, exame físico e exame de urina microscópico. Exames de imagem como o ultrassom ou a tomografia computadorizada do trato urinário são ferramentas que ajudam a identificar ou excluir patologias destes órgãos.


Quando a investigação inicial de uma hematúria levanta a suspeição ou diagnostica uma doença urológica, a consulta com um urologista se torna prioridade, devendo ser realizada com brevidade. Ele poderá requisitar outros exames mais específicos. Entre eles está a cistoscopia, que vai permitir a visualização direta da uretra, próstata e bexiga, possibilitando a realização de biopsia quando necessário.


Em cerca de 10 % dos casos, não é possível a identificação de uma causa definitiva para a hematúria, mesmo após a realização de inúmeros exames. Com isso, mantem-se uma vigilância periódica, com a tranquilidade de uma baixa chance de patologias significativas.


O tratamento da hematúria se dá através do tratamento da sua causa, podendo ser de caráter clinico ou cirúrgico.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo